Category :

1-19contamos aqui o que significa o “Tipo” na nomenclatura dos queijos. E sabemos que tem gente que, na embalagem, só procura mesmo o número de calorias… ;p

Isso não é errado, mas é importante lembrar que existem muitas outras informações na embalagem que merecem a atenção do consumidor, desde a quantidade de gordura ao prazo de validade, e por quem e quando foi produzido. Todas essas informações podem passar batido, mas são essenciais para que você possa exigir a qualidade do produto e consiga utilizá-lo da melhor forma.

Alguns índices que você vai achar nas embalagens de Queijos São Vicente nós te explicamos agora:

  • “Porção” é a média de consumo do produto por vez, afim de seguir uma dieta saudável e equilibrada, de acordo com os valores diários de referência (leia abaixo). Assim, todos os números da tabela da embalagem seguirão a quantidade da porção. Um exemplo: você pode comprar uma peça de queijo de 1 quilo, e o valor da embalagem for de “uma fatia de 100g”. Assim, vai significar que uma fatia de 100g tem 180 calorias, por exemplo, e não todo o quilo do produto.
  • “%VD” é o percentual dos valores diários em média de consumo calórico de um adulto saudável, que gira em torno de 2000 a 2500 kcal por dia. Esses valores, no entanto, não são regras: é o acompanhamento nutricional que vai te dizer se a porção indicada em cada embalagem é o suficiente, mais do que o suficiente ou inferior ao que você precisa para o dia.
  • “Gorduras totais” são as que vão te dar energia durante o dia e absorver vitaminas A, D, E e K dos alimentos que você consome. A tabela de referência não vai diferenciar as gorduras boas e ruins do alimento a ser consumido – e por isso mesmo são chamadas de “totais”. É importante olhar bem essa informação no rótulo, principalmente para quem está em dieta de restrição de gordura.
  • “Gorduras saturadas” são as de origem animal, presentes em alimentos como o queijo.
  • “Sódio” é a quantidade de sal de um alimento e deve ser bem observado na embalagem – se estiver sendo mostrado em grandes quantidades, melhor evitar em caso de dietas restritivas e casos de hipertensão. Aí, a dica é trocar o queijo escolhido por outro mais light, onde o sódio não esteja tão presente.

Entender a embalagem do queijo é, acima de tudo, uma questão de saúde. A melhor parte é que, se você achar que o queijo que inicialmente queria não vai servir a seus propósitos de emagrecimento, nutrição ou controle de doenças, incluindo a obesidade, a São Vicente sempre vai ter uma opção melhor – e tão saborosa quanto – pra você.

Por isso, respeite seu corpo, suas condições e não deixe de ler o rótulo dos seus alimentos! Você vai ter uma vida bem melhor a partir do momento em que começar a se atentar para esses detalhes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *