tábua de queijos e frutas
Category :

tábua de queijos e frutasA França é o país com mais tipos de queijo no mundo: são mais de 700 variedades da delícia para que você possa escolher e saborear. Meio muito, não? Viver com esse tanto de queijos deve ser um perigo para a balança… ou não. Quem faz uma visitinha por lá sempre repara que, mesmo com tanto queijo, os franceses (e as francesas!) têm um corpão de fazer inveja. #Comolidar?

Em 2015, um artigo publicado no Journal of Agricultural and Food Chemestry (algo como Diário da Agricultura e Química Alimentícia) mostrou que o físico escultural de muita gente na França é “culpa” dos queijos. Sim, deles mesmo. Muitos tipos de queijo, quando inseridos em uma dieta balanceada, ajudam a reduzir o colesterol ruim e melhoram o funcionamento do intestino. Além disso, ao inserir o queijo no cardápio como um item proteico, é natural que massas e pães refinados fiquem em segundo (ou nenhum) plano. Um exemplo: na noite de queijos e vinhos, o consumo de queijo sem os pães que podem estar na mesa é uma dupla vitória: você conseguiu os benefícios do queijo, e seus sabores, sem as calorias dos pães. E, de quebra, se lembra que muitos médicos “receitam” uma taça de vinho por dia, para ajudar no bom funcionamento do organismo…

Posso viver de Camembert e Brie, então?

Nosso sonho é esse, mas a medicina ainda não comprovou que ele pode virar realidade. No entanto, se você estiver em dia com a alimentação saudável, nada impede que de vez em quando se dê o prazer de degustar o seu queijo preferido. O que não é saudável é sair todos os dias da dieta que foi feita para você – e é preciso saber qual é a ideal, uma vez que existem opções para emagrecer, engordar, aumentar as proteínas, o cálcio…

Mas queijos são tão irresistíveis que é inegável: quanto mais, melhor. Por isso desenvolvemos linhas como as de Lanches e Frescos, onde você tem a possibilidade de inserir no cardápio queijos mais leves e igualmente deliciosos, que te deixem em dia com os bons hábitos para que as “festas do queijo” possam acontecer sem culpa, quando for a vez de focar em uma boa tábua de queijos especiais ou se deliciar com um risoto quatro queijos.

Alguns dos queijos das nossas linhas que podem te dar o prazer de comer o laticínio sem muita interferência na balança ou malefícios à saúde: Creme de Ricota, CreamCheese (na versão normal ou 0%Lac), Ricota Fresca e Queijo Minas Frescal. Com um pouquinho mais de calorias, em dietas menos restritivas (sempre usados com moderação, e dentro do determinado pelos nutricionistas!) estão o Queijo Minas Padrão, o Queijo Prato e o Muçarela.

Colocando com parcimônia esses queijos na sua dieta, todos eles estarão, de certa forma, liberados – existe hora e receita para comer de tudo, quando temos consciência da nossa alimentação. Afinal, como provou o estudo do começo desse texto, um bom Gruyère, em uma dieta equilibrada em cereais, carnes magras, hortaliças e frutas, pode fazer milagres para os franceses… e para nós também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *