Category :

suicaVocê sabia que o Gruyère é considerado “o rei dos queijos”? Isso é fichinha, no entanto, para um país que também é considerado um dos reis da produção da iguaria, ao lado da França. A Suíça é um país pequeno, quieto ali no seu cantinho (não participa nem da União Europeia), mas tem uma tradição notável na produção e no consumo de queijo – e, acredite, o Gruyère é apenas o carro chefe: tem muito mais de onde esse saiu.

Apesar de pequenininha, a Suíça consegue ter produção constante (e mundialmente famosa) de queijos e chocolates por diversos motivos, a começar pelo seu número de vacas: são quase dois milhões de cabeças de gado em todo o território. Para se ter uma ideia, em todo o país vivem pouco menos de nove milhões de habitantes. Isso significa que a população que provém a matéria prima para fabricação de queijos e chocolates, salvas as devidas proporções, pode ser equiparada com a população que os fabrica.

E se tem uma coisa que essa pequena população da Suíça (tem menos habitantes que a cidade de São Paulo e suas regiões adjacentes!) sabe fazer é produzir queijo. Para provar, estão aí, além do Gruyère, o Emmental, conhecido popularmente no Brasil como “queijo suíço”, e o Fondue, que faz sucesso principalmente no inverno, acompanhado de pão e vinho.

Para sua sorte, nós produzimos essas três joias suíças com todo o primor do próprio povo europeu ao fazê-lo. E o sabor da Suíça é tão presente e marcante nesses produtos que, de tão preciosos, pensamos até em guardar suas receitas em um cofre de banco; afinal, administração bancária, ao lado de queijos e chocolates, forma a tríade de habilidades pelas quais a Suíça é facilmente reconhecida ao redor do mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *