Category :

francaJá falamos por aqui que a França tem mais de setecentos tipos de queijo – dos quais, orgulhosamente, apresentamos em nosso portfólio de produtos pelo menos três deles: Brie, Camembert e Camembleu (queijo tipo Bleu de Bresse). É inevitável não pensar em todo o charme francês dos cafés e rotisseries quando degustamos um verdadeiro queijo francês. E, acredite: não é porque estamos no Brasil que falamos isso, não. Se você estiver na França, vai sentir o mesmíssimo amor por esse e por todos os outros queijos que você puder provar.

A França lidera o ranking mundial de exportação de queijo por valor monetário (e fica em segundo lugar na produção, atrás apenas da Alemanha) e se autodenomina, junto à Suíça, o país rei dos queijos finos. Por lá o pessoal gosta de falar que eles têm, no mínimo, um queijo diferente para cada dia do ano. E quem é apaixonado por queijo pode fazer uma viagem preciosa por esse país (que é menor que muito estado brasileiro) e comer as especiarias de acordo com sua cidade de origem. Em qualquer lugar que você vá em território francês poderá perceber o quanto é arraigada a cultura de produção e consumo de queijo, que é sempre servido com os melhores vinhos, principalmente franceses (que também são bem famosos).

A estimativa é que, entre queijos fundidos e não fundidos, a França produza anualmente 1,85 milhão de toneladas do produto, anotando uma média de consumo de 25 quilos anuais por habitante. Parece muito, não é? Mas, no entanto, não são os franceses os principais consumidores de tamanha produtividade: os gregos ganham apertado, com 27,6 quilos anuais de consumo por habitante.

Viver a culinária francesa e sua diversidade no que tange aos laticínios é uma experiência muito rica para quem gosta de gastronomia e usa o queijo como ingrediente carimbado de suas receitas. Pode reparar: sempre temos aqui na São Vicente novidades e receitas super fáceis, embora muito requintadas, levando queijo francês em sua composição. Afinal, a vida é muito curta para não conhecer o gosto charmoso desse país que é tido como um dos mais irresistíveis do mundo. Pelo menos pelo estômago ninguém pode negar esse título.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *