Category :

coalhoA maior especialidade da São Vicente são queijos finos, e com certeza você já está por dentro de todas as novidades que a gente apresenta nesse quesito. Mas você sabia que também tem um queijinho bem brasileiro – e delicioso – que a gente fabrica? Estamos falando do queijo coalho, que está na nossa carta de produtos e fala muito da cultura do Brasil quando o assunto é produção de laticínios.

E você sabe como esse queijo, que é considerado muito saudável, surgiu?

Assim como a história de outros queijos que já contamos por aqui, como o Gorgonzola, o Coalho surgiu graças ao… acaso. Não houve nenhuma reunião dentro de uma fábrica ou laboratório que tenha dado origem ao queijo Coalho, e sim uma reação química bem sucedida que contou com o clima brasileiro e uma lata de leite “reagindo” à mochila de um sertanejo.

Na realidade, essa mochila de sertanejo tinha nome, e se chamava matulão, e era confeccionada não com couro, mas com o estômago dos animais. Enquanto eles viajavam pra cima e pra baixo no país tropical, as enzimas digestivas que ainda estavam presentes nos matulões acabavam entrando em contato com o leite que os sertanejos carregavam – e isso, no fim de alguns dias, transformava o queijo em uma pasta. Isso acabou se tornando uma iguaria entre os sertanejos e trouxe o coalho para uma melhor preparação e industrialização. Hoje ele é o queridinho de muitos eventos, como os domingos na praia ou o churrasco com a turma.

O coalho é recheado de benefícios como a prevenção do câncer, regulação da flora intestinal, além de ajudar a diminuir o risco de doenças cardíacas, tromboses e derrames e também ser um alimento funcional, mesmo tendo alto teor de gordura. Isto o faz ser o ingrediente perfeito para receitas especiais, tornando-o uma opção para fugir da mesmice do dia-a-dia quando a gente quer dar uma “escapadinha” da dieta. Com um palito de queijo coalho temos 37% das quantidades diárias de gordura recomendadas, mas a boa notícia é que um palito já dá pra matar a vontade. Tem como amar mais esse queijinho? 😉

Se você tiver uma história ou uma receita boa com queijo coalho, conta pra gente aí nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *