Blog

Dicas de culinária, gastronomia, saúde, eventos e combinações perfeitas para as suas receitas. Acompanhe nosso blog para ficar por dentro de todas as novidades no mercado de queijos e afins. Por aqui também vão passar dicas de chefs, nutricionistas e outros especialistas.

15/04/2017   Curiosidade

À mesa: saiba mais sobre queijos azuis e como harmonizá-los

Provavelmente você já notou que existem diferentes tipos de queijos. Uma das formas de categorizar esses tipos é por cor. Os queijos brancos e amarelos são mais comuns e costumam destacar a mesa dos brasileiros diariamente.

 

Mas e os Queijos Azuis?

 

Essa variedade possui características distintas como o sabor intenso e, claro, a coloração azul-esverdeada presente no seu interior.

 

Tratam-se de queijos colonizados por fungos. Mas calma! Não precisa imaginar que por isso passaram do ponto ou podem causar algum desarranjo. Muito pelo contrário. O fungo não faz mal ao nosso organismo e pode ser consumido livremente. O tipo mais comum é o Penicillium.

 

Ele pode ser encontrado em montanhas europeias, origem também dos queijos que acidentalmente eram “contaminados”, já que era costume, na época, maturar queijos em cavernas – local onde a temperatura é ideal para os Queijos e também para os fungos.

 

O Penicillium confere a esses queijos um sabor mais forte, porém agradável. Tornando-os perfeitos para degustações acompanhadas de vinhos e, também, a inclusão em receitas sofisticadas que necessitam um toque de sabor intenso.

 

Muitos anos se passaram desde a descoberta dos Queijos Azuis. Hoje a sua produção é controlada e remete muito à original. Não se desaponte ao ver nas embalagens dos Queijos São Vicente “Queijo Tipo Gorgonzola”.

 

Isso significa apenas que o processo de produção não é igual ao que deu origem ao nome do Queijo. Entretanto, sabor e textura permanecem intactos e igualmente incrível!

11

Prove a nossa linha de Queijos Especiais e descubra o grandioso sabor dos Queijos Azuis!

Queijos Azuis São Vicente

 

12

O queijo tipo Gorgonzola originou-se nos arredores de Milão, na Itália, e é uma variedade de queijo azul fabricado com leite de vaca. Durante o seu processo de maturação, são injetados fungos do tipo Penicillium Roqueforti, que dão o aspecto de veias verde-azuladas por toda a peça. De sabor forte e aroma relativamente intenso, possui massa macia, um pouco pastosa.


13

 

O Camembleu é um queijo tipo Bleu de Bresse pertencente à família de queijos azuis, fabricados com leite de vaca. Este queijo originou-se na província de Bresse, na França, e combina dois tipos de fungos: Penicillium Candidum e Penicillium Roqueforti. A superfície é macia e apresenta uma casca de mofo branco aveludada comestível, como a do queijo Brie, e o seu interior é marcado por fungos azuis, como a do queijo Gorgonzola. Possui aroma intenso e sabor suave.

Harmonização

 

Por apresentarem sabor forte e ácido, a combinação perfeita para um queijo maturado com fungos são sabores adocicados e suaves, que não irão “roubar” do queijo o destaque do seu paladar.

 

Sugerimos que escolha um bom vinho suave, de preferência de uvas verdes. Outras bebidas de sabor suave e adocicado também harmonizam gloriosamente com queijos azuis.

 

Chocolates meio-amargos também complementam com maestria o seu sabor. Experimente com damasco, amêndoas, castanhas ou nozes.

 

Sobremesas, patês e molhos podem ser uma boa maneira de incluir queijos azuis em seu dia a dia, acrescentando muito mais sabor e saúde à sua vida.